Exemplos de redação

Exemplos de redação é para nos aprendermos como desenvolver um texto perfeito, como utilizar as citações, diretas e indiretas. Redações prontas.

Um texto dissertativo-argumentativo pode ser caracterizado sumariamente assim:

  • seu autor propõe uma tese (ou uma hipótese) e a justifica.
  • O que é uma tese? Uma tese é o resumo de uma posição (de uma teoria, de uma ideologia). Uma tese pode ser científica.
Exemplos de redação

Exemplos de redação

Um bom texto argumentativo tem algumas características:

  • apresenta uma tese bastante clara;
  • apresenta argumentos diversos para sustentá-la: “objetivos” (quantitativos, “científicos”, ideológicos, “universais”);
  • mostra efeitos benéficos da adoção da tese;
  • mostra que a tese tem opositores; e
  • tenta diminuir o valor dos argumentos contrários.

Argumentos

Tipos de argumentos que podem ser utilizados na organização de cada parágrafo:

Argumento de raciocínio lógico: é aquele que instaura conexões de sentido lógicas, como razão/consequência, analogia/comparação, causa/efeito, contraste, contra-argumentação, dedução, indução.

Argumento de provas concretas: são dados, estatísticas, gráficos, exemplos, fatos reais, leis, percentuais retirados de pesquisas científicas ou de fontes confiáveis.

Argumento de autoridade: é a citação de um especialista, de uma autoridade em determinada área.

A produção de um texto não para na escolha dos argumentos. Devemos lançar mão de estratégias argumentativas, que são os recursos utilizados para envolver, convencer o leitor.
O emprego da modalidade escrita formal da língua portuguesa, das funções da linguagem, dos elementos coesivos e a clareza na exposição das ideias são exemplos de estratégias de um texto mais persuasivo.


A estrutura do texto dissertativo-argumentativo

A introdução é a parte do texto que apresenta a proposição, a tese, a ideia central (ponto de vista central) a ser desenvolvida.

O desenvolvimento consiste na argumentação, no desenrolar da ideia central apresentada.

A conclusão é a parte final da produção escrita, em que reafirmamos o nosso ponto de vista e/ou oferecemos uma possível solução para a problemática apresentada.

Exemplos de redação

Dandara Luíza da Costa, Pernambuco (trecho da redação nota mil)

Introdução

‘O ornamento da vida está na forma como um país trata suas crianças’. A frase do sociólogo Gilberto Freyre deixa nítida a relação de cuidado que uma nação deve ter com as questões referentes à infância.

Dessa forma, é válido analisar a maneira como o excesso de publicidade infantil pode contribuir negativamente para o desenvolvimento dos pequenos e do Brasil.

Desenvolvimento

É importante pontuar, de início, que a abusiva publicidade na infância muda o foco das crianças do que realmente é necessário para sua faixa etária.

Tal situação torna essas crianças pequenos consumidores compulsivos de bens materiais, muitas vezes desapropriados para determinada idade, e acabam por desvalorizar a cultura imaterial, passada através das gerações, como as brincadeiras de rua e as cantigas.

Prova disso são os dados da UNESCO afirmarem que cerca de 85% das crianças preferirem se divertir com os objetos divulgados nas propagandas, tornando notório que a relação entre ser humano e consumo está “nascendo” desde a infância.

É fundamental pontuar, ainda, que o crescimento do Brasil está atrelado ao tipo que infância que está sendo construída na atualidade.

Essa relação existe porque um país precisa de futuros adultos conscientes, tanto no que se refere ao consumo, como às questões políticas e sociais, pois a atenção excessiva dada à publicidade infantil vai gerar adultos alienados e somente preocupados em comprar.

Assim, a ideia do líder Gandhi de que o futuro dependerá daquilo que fazemos no presente parece fazer alusão ao fato de que não é prudente deixar que a publicidade infantil se torne abusiva, pois as crianças devem lidar da melhor forma com o consumismo.

Conclusão

Dessa forma, é possível perceber que a publicidade infantil excessiva influencia de maneira negativa tanto a infância em si como também o Brasil.

É preciso que o governo atue iminentemente nesse problema através da aplicação de multas nas empresas de publicidade que ultrapassarem os limites das faixas etárias estabelecidos anteriormente pelo Ministério da Infância e da Juventude.

Além disso, é preciso que essas crianças sejam estimuladas pelos pais e pelas escolas a terem um maior hábito de ler, através de concessões fiscais às famílias mais carentes, em livrarias e papelarias, distando um pouco do padrão consumista atual, a fim de que o Brasil garanta um futuro com adultos mais conscientes. Afinal, como afirmou Platão: “o importante não é viver, mas viver bem”.


Erros Graves

  • Fuga ao tema
  • Copiar trechos dos textos motivadores;
  • Escrever fora das normas do texto dissertativo-argumentativo ( usar pronome em 1ª pessoa do singular);
  • Desrespeitar os direitos humanos;
  • Argumentar em um único parágrafo;
  • Não seguir a norma culta da Língua Portuguesa;
  • Usar clichês.

Manifestações dos Clichês

Frases prontas:

São as frases e construções repetidas à exaustão.

Exemplos de redação

Fechar com chave de ouro, obra faraônica, voltar à estaca zero, era uma vez, nos dias atuais, nos dias de hoje, etc..

Também são incluídos os ditos populares, como:

“a pressa é inimiga da perfeição”, “ tapar o sol com a peneira.

Expressões:

Não necessariamente são escritas sempre do mesmo modo, mas a ideia é sempre a mesma.

Exemplos de redação

“a população precisa ser conscientizada”, “a natureza deve ser preservada”, “o homem deve parar de fazer guerras”, “devemos respeitar as pessoas”, “um futuro melhor para…”

Senso comum:

São as ideias prontas, já muito batidas, mas transmitidas como verdade incontestável. Entram aqui os estereótipos.

Exemplo: todos os políticos são corruptos, asiáticos são inteligentes.

É preciso ficar atento, porque às vezes o senso comum e a generalização podem reproduzir preconceitos: muçulmanos são terroristas, portugueses são burros, mulheres dirigem mal.

Exemplos de redação

“Nos dias de hoje, o problema da saúde é uma das questões mais importantes para o povo brasileiro. A população precisa se conscientizar de seu papel na busca por um futuro melhor para as próximas gerações. Apesar do estado precário dos hospitais do país, os governantes corruptos não se mobilizam e só o que se vê é descaso. Mas deve-se pensar positivo, porque a esperança é a última que morre.”

Os clichês do parágrafo acima:

  • -Nos dias de hoje;
  • -A população precisa se conscientizar;
  • -Futuro melhor para as próximas gerações;
  • -Governantes corruptos;
  • -Pensar positivo;
  • -A esperança é a última que morre.

Fonte e referências:

http://guiadoestudante.abril.com.br

http://g1.globo.com

Leia também artigos relevantes:

Exemplos de redação
5 (100%) 1 vote